Final de semana em Montevidéu

DSC_0036.JPG

Estava precisando refrescar a cabeça depois de um mês de novembro bem agitado. Resolvi dar uma escapada para a cidade de Montevidéu-Uruguai.

Adoro estas escapadas rápidas e sem compromisso e muitas vezes sem um planejamento mais profundo, uma das coisas que eu fiz foi solicitar ao concierge do cartão American Express The Platinun para me ajudar a organizar a viagem, algumas dicas valeram a pena e outras, nem tanto.

Saímos de Curitiba na sexta a tarde e chegamos em MVD, no hotel Sofitel da rede Accor na noite da sexta mesma (a cidade não tem horário de verão), para informações do hotel clique aqui e para minhas impressões sobre o hotel, acesse a minha opinião no site do TripAdvisor. O hotel é maravilhoso, mas não se compara ao Sofitel de Cartagena (que eu falei neste post).

Uma das dicas do Concierge que eu adorei foi o restaurante Francis, localizado no bairro Carrasco, perto do hotel, agora o que eu realmente não recomendo é a visita ao Restaurante e Bar Tabaré (sempre li coisas muito interessante e dicas boas deste ar, mas minha experiência foi frustrante).

Montevidéu é aquela cidade que se come bem, as pessoas te recebem de forma atenciosas e você sempre quer voltar lá. Fica a dica para quem quiser conhecer a cidade. As fotos estão no meu Flickr para quem quiser conhecer um pouco mais.

Semana que vem tem Europa, então continuarei a preparar meu roteiro.

Pontos Tudo Azul não valem nada

Tenho alguns pontos da azul e estava pensando em emitir uma passagem de Curitiba para Montevideo, fiz algumas simulações e a mais barata foi saindo no dia 16/dez e voltando dia 20/dez.

A melhor opção, para duas pessoas, foi 168 mil pontos ida e volta, ou ainda quase 3 mil reais. Quando se faz a consulta por reais+pontos são necessários 16 mil pontos+ R$ 2.800. Com trocas de 20 mil em voos regionais e 40 mil internacional cada trecho, não há incentivo nenhum para, por exemplo, transferir pontos do cartão de crédito.

Ou a empresa repensa sua política ou será um programa morto nos próximos anos,

Uma atualização das cidades que eu conheço

EU sou um usuário frequente no site do TripAdvisor, fazendo avaliações constantemente e ganhando alguns pontos multiplus. Comecei a usá-lo porque lá tem uma ferramenta de marcação de todas as cidades já visitadas, então, no momento já marquei 314 cidades e nas férias tem mais.

A imagem a seguir é um print da tela com as cidades que conheço no Brasil.

2016-11-01

Mais uma parte da viagem

Como França e Inglaterra eu já conheço e na Polônia minha estadia será rápida demais então estou me dedicando à leituras sobre a Itália. Comprei o Guia de Roma Segredos de um viajante, com a imagem mostrada abaixo e estou lendo para ter algumas ideias. Como faltam menos de 2 meses para chegar na Europa, estou vivendo um momento de expectativa, consumindo um pouco de cultura local e finalizando os planejamentos.

O guia me animou demais, pois apresenta uma leitura fácil, só não terminei de ler ontem porque a Maria Antonieta, minha gatinha, ficou exigindo a atenção o tempo todo.

img_20161031_162709

Planejando uma viagem para Europa – parte II

Depois de comprada a passagem, reservados os hotéis, e comprado os deslocamentos internos, comecei a pesquisar as atividades que irei realizar. Optei, sempre que possível por deslocamentos de trem e consegui , comprando com dois meses de antecedência, cabine de primeira classe por 39 euros.

Um dos locais que visitarei este ano é Auschwitz, o campo de concentração. A visita é grátis, mas já reservei os tickets pelo site.

auschwitz

Depois eu publico mais algumas coisas.

Planejando uma viagem para Europa

Férias em 2016 estão chegando e estou planejando minha viagem para Europa. A primeira etapa foi a compra da passagem, depois de muita pesquisa, alterações de data, consegui comprar na Latam saindo dia 25 de dezembro e voltando em Janeiro para Curitiba, com o itinerário CWB-GRU-CDG.

A escolha do dia e horário se deu pelo, além do preço, a disponibilidade minha e do meu marido. A primeira parte da viagem já está planejada, ficaremos hospedados no hotel Ibis Tour Eiffel, reservado e já pago no site da Accor. De Paris vamos a Londres, de trem reservado pela Rail Europe. Saindo de Londres, a ideia é ir para Polônia conhecer os campos de concentração nazista, perto de Cracóvia.

Alguns valores preliminares (aproximados em euros/por pessoa):

Passagem CWB-GRU-CDG  – 1.200,00

Diária do hotel Ibis, com vista para Torre Eiffel – 100,00/dia (para duas pessoas)

Trem Paris-Londres – 33,50

Diária hotel 4 estrelas Mercure – 99,00/dia (para duas pessoas)

Voo Londres-Cracóvia – 30,50 (com as taxas)

Diária Novotel Cracóvia – 60,00 (para duas pessoas)

Isso já está planejado, reservado e pago, faltam pensar o que se fará depois da Polônia. Há pré-reserva de alguns locais, mas nada pago ainda.

Quero atualizar com os gastos diários na Europa, mas por enquanto é o que já se pensou.

O que tenho feito…

DSC_0011.JPG

Minha vida pessoal mudou muito nos últimos dois anos, problemas de saúde e poucas viagens. Mas nunca perdi o gosto pelas viagens, e quando tive uns dias de folga acabei indo novamente à Colômbia. Uma super promoção da Latam, e fui Curitiba Bogotá e depois para Cartagena das Índias onde me hospedei no Sofitel Santa Clara. Um dos melhores hotéis que já fiquei, um serviço impecável, atendimento perfeito e preço de acordo com os serviços ofertados.

Não conheço o mundo inteiro, mas ele está na lista, assim, Cartagena sempre foi um destino que gostaria, local encantador, comida saborosa, povo muito simpático e o preço não muito caro. Local altamente recomendado e que me faz ter vontade de voltar, mas como foram só 2 dias, o hotel foi mesmo o grande protagonista da viagem. Fiquei queimando ao sol, aproveitando a piscina, bebendo uns drinques, fora o serviço de spa. Fica a dica para umas férias, passar 10 dias conhecendo a cidade e aproveitando o atendimento no hotel.

Novidades para os novos posts se referem ao planejamento das próximas férias, que incluirão Europa novamente, mas depois conto como está sendo este planejamento.