Arquivo da tag: Bogotá

Bogotá: uma pequena pausa na loucura cotidiana

Cerro de Monserrate by jailsonrp
Cerro de Monserrate, a photo by jailsonrp on Flickr.

Resolvi sair da rotina, tinha dois dias de compensação no trabalho e juntei com a sexta-feira santa, assim, vim passar quatro dias nesta cidade que era o meu destino de férias inicial.
Quem me conhece sabe que eu adoro viajar, conhecer novos lugares, tirar fotos, esvaziar a mente.
O voo foi muito tranquilo, vazio, saí de SP às 14h30 e chegou em Bogotá às 18h30 (horário local), aqui são -2h em relação à Brasília, com isso a viagem dura 6h, um chá de avião.
Tudo muito tranquilo, imigração, alfândega rápido demais, um inconveniente, após às 19h para pagar o táxi só em dinheiro, o que me fez correr atrás de um caixa eletrônico para sacar uns pesos colombianos.
Reservei o Hotel Ibis, que se situa no centro, perto da Plaza de los toros, do Museu Nacional, assim poderia fazer muita coisa a pé.
As minhas primeiras impressões não foram nada boas, aqui é feriado na quinta-feira santa e com isso, no primeiro dia de conhecer a cidade tudo estava fechado. Pela manhã, na quinta fui comprar a passagem para ir a Zipá, porém só achei para o sábado, a programação já não foi legal, mas enfim, comprei.
Depois fui subir o Cerro Monserrate, situado a 800 m acima de Bogotá, caminhei do hotel até abaixo do Cerro, chegando às 11h30.
Lá tem uma vista maravilhosa e valei a subida, aproveitei e almocei lá em cima, num restaurante muito bom.
O incômodo: 2h de fila para pegar o teleférico e mais 40 min de espera no restaurante.
Na descida a fila está com uma espera de 3h30, insuportável, o que me fez descer os 2500 m a pé, com um arrependimento no meio do caminho, mas quando pensava em desistir, lembrava da fila lá em cima, ao final, 1h de caminhada, estava na parte mais baixa do Cerro. Assim, um passeio que poderia ser feito em 2h (se não tivesse as filas), ficou em 5h.
Totalizando a quinta-feira com quase 8 km percorridos a pé, voltei ao hotel para um banho e saí jantar na zona G (gastronômica), mas tudo vazio em virtude do feriado.

Anúncios