Dicas do Uruguai

Gosto muito de escrever sobre os locais novos que conheço e, também adoro viajar. Cada lugar sempre tem algo a nos contar, o problema é que muitos viajantes não sabem ouvir o que os lugares contam.

Viajar sem conhecer lugares é ser analfabeto folheando livros é olhar apenas as fotos sem ler as legendas. Assim, quando viajo gosto de ler sobre a cultura, entender a formação histórica e saber porque se come determinados alimentos lá.

Por isso que eu digo que minha melhor viagem foi para o México, estudei bastante, aprendi um pouco sobre eles e isso me fez ter vontade de voltar para lá.

Mas falando sobre o Uruguai, esta foi uma viagem adiada por vários anos, por falta de tempo, por falta de dinheiro ou por motivos climáticos, então criei expectativas e elas foram atendidas.

O país é super organizado, limpo, trânsito não tão caótico e as pessoas super simpáticas. Entendem muito bem nosso português e o espanhol deles é o mais fácil de ser compreendido do que os outros países que conheci.

A comida é muito boa, esta história de almoçar um dia no Mercado do Porto é talvez a melhor dica turística para um almoço típico (entenda: carne e apenas um acompanhamento). Beba um vinho ou uma cerveza Patrícia. O doce de leite na sobremesa supera em sabor os argentinos. Para um lanche, escolha um dos muitos restaurantes da rede La Pasiva.

A moeda deles está numa cotação não muito favorável para nós, mas o país é barato, com exceção da comida, prepare uns 100 reais por dia entre café, almoço e jantar. Fiquei sabendo de alguns assaltos perto do hotel, mas isso é comum em todo o mundo, inclusive na Europa e nos EUA, então não descuide nunca da sua carteira.

As roupas são mais baratas, falei que quero juntar dinheiro aqui no Brasil e reorganizar meu guarda-roupas lá, não se compara aos padrões americanos de preço, mas são mais baratos que o Brasil e uns cortes diferentes, modelos novos.

Para conhecer a cidade nada melhor que um passeio a pé pelas ruas, olhando, reconhecendo, tirando fotos e se encantando com o povo. Para ir a cidades próximas pode ir de ônibus de linha mesmo, nada de contratar um transfer caríssimo do hotel. Os ônibus são equipados com redes wireless, superconfortáveis e as estradas duplicadas.

Ficou saudades, até pelo pouco tempo que estive lá, mas quero voltar em breve, desta vez para conhecer a cidade de Colônia do Sacramento e voltar novamente a Punta del Este.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s