Um fetiche chamado freeshop

            O mundo é consumista, seja por opção ou por obrigação, vemos pessoas que o tempo todo há pessoas que estão buscando algo para comprar, compra-se um café, uma bala, um chocolate, um perfume, um carro, aliás, tudo está a venda (e isso vai dar outro post).

            No fim de semana eu fui para Buenos Aires, saindo sexta a noite de Curitiba, uma pequena conexão em Guarulhos e chegando sábado de madrugada em Ezeiza, Buenos Aires. A volta foi domingo, fazendo o mesmo percurso de volta.

            Tanto em Guarulhos, quanto em Ezeiza passa-se pelo freeshop, uma loja que se diz ser mais barata por ter isenção fiscal; e essa expressão “isenção fiscal” leva pessoas ao delírio. Um exemplo para entender o que eu falo é um perfume que eu gosto, nas lojas em Curitiba ele custa R$ 180,00 (= US$ 90,00). Dizem que o imposto no Brasil, para perfumes, beira 60%, então o valor do perfume, para ter a mesma comissão que as outras lojas, deveria ser de US$ 36,00, mas no freeshop ele é vendido por US$ 60,00.

            Claro que sai mais barato que no Brasil, mas isso não justifica essa corrida desenfreada pelas “promoções” de freeshop.

            Há pessoas que viajam para e são loucos ir ao freshopp, gastar os restos de dólares que sobraram da viagem, mas aproveitam para comprar um pouco mais no cartão de crédito e depois no de débito e terminam com uma dívida de US$ 500,00, pois acham que estão no lucro, só não percebem que muito daquilo que foi comprado não era útil, ou seja, gastou-se porque as pessoas têm necessidade de gastar e de mostrar que foram para fora do país e se orgulhar de dizer: “comprei no freeshop, custou só 100 dólares!”.

            Para os consumistas conscientes sempre sobra a possibilidade de deboche para quando uma pessoa carrega 4 L de whisky de US$ 120,00, durante 12 h em 3 voos de conexão e acaba quebrando no aeroporto de Curitiba, há menos de 30 km de casa, deixando cair sem querer no saguão do aeroporto Afonso Pena.

            Assim, sinto informar que haverá uma festa em Curitiba essa semana com 4 L de whisky a menos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s